Sejam Bem Vindos!

Quero agradecer, carinhosamente, pela sua visita e espero que possamos continuar partilhando experiências, as quais considero-as importantes para manutenção de minha recuperação.
Sua partilha (comentários) aqui nos Posts, bem como seguir-me quando julgares conveniente, é importante para que possamos estreitar ainda mais a nossa amizade, algo que é fundamental para um crescimento em nível de ser humano...ainda mais quando se trata de um adicto em recuperação, como eu.
Por isso, mais uma vez, muito obrigado por sua presença!
Que bom que você veio! Que bom que você me visitou!
Melhor ainda será ler seus comentários e ver-te aqui, sempre que possível, ajudando-me dia-a-dia.
Que O PODER SUPERIOR continue te concedendo o direito de reconhecer, aceitar e realizar a Vontade DELE, em todas as suas épocas e lugares, para que só assim, possas continuar desfrutando destas Dádivas de renovados dias Limpos, Serenos e repletos de Saúde e Paz!
Abraços e TAMUJUNTU.
Loading...

Siga por e-mail

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

E A FAMÍLIA?

"A família é unidade básica da sociedade formada por indivíduos com ancestrais em comum ou ligados por laços afetivos...".  ...."A família representa um grupo social primário que influencia e é influenciado por outras pessoas e instituições. É um grupo de pessoas, ou um número de grupos domésticos ligados por descendência (demonstrada ou estipulada) a partir de um ancestral comum, matrimônio ou adoção..." "....
Podemos então, definir família como um conjunto invisível de exigências funcionais que organiza a interação dos membros da mesma, considerando-a, igualmente, como um sistema, que opera através de padrões transacionais. Assim, no interior da família, os indivíduos podem constituir subsistemas, podendo estes ser formados pela geração, sexo, interesse e/ ou função, havendo diferentes níveis de poder, e onde os comportamentos de um membro afetam e influenciam os outros membros. A família como unidade social, enfrenta uma série de tarefas de desenvolvimento, diferindo a nível dos parâmetros culturais, mas possuindo as mesmas raízes universais (MINUCHIN,1990).
Especificando, agora, uma FAMÍLIA onde se tenha um ou mais membros com quaisquer tipo de problema, ligado a Dependência Química, o comportamento desta FAMÍLIA é afetado de maneira diferenciada.
Tenho acompanhado, ao longos de alguns anos, como fica desestruturada uma FAMÍLIA que tem um Dependente Químico. Vejo como a influência de uma única pessoa é capaz modificar todo um comportamento da FAMÍLIA inteira, de modo totalmente destrutivo. Certamente a Dependência Química não é a única coisa que afeta o comportamento familiar, mas estou aqui me referindo a ela.
Ultimamente tenho me deparado de maneira bem pessoal com alguns casos que considero aterrorizante. Vi cenas lamentáveis de Pais que mataram os Filhos e Filhos que mataram os Pais, tudo com envolvimento com Drogas. Esta semana, por exemplo, vi uma Mãe que suicidou-se por não aguentar mais o drama do Filho. Quer dizer que o estado emocional e psicológico dela estava bem mais grave do que o do próprio Filho, usuário. É incrível como as Drogas causam destruição!
Estes dias, eu também acompanhei um caso onde a Mãe começou a usar Drogas junto com a Filha e ambas estão se prostituindo, para conseguir a substância...detalhe....a Filha é menor de idade e é oferecida pela Mãe para que a Droga esteja ao alcançe delas.
Encontrei recentemente um amigo meu. Ele está Limpo há algum tempo. Conversamos sobre nossa Recuperação e lembramos de algumas pessoas que foram ligadas à nós. Ele me contou que uma destas pessoas está presa já há alguns meses. Motivo? Matou a Filha porque a Filha estava querendo interná-lo para que ele se trata-se.
A FAMÍLIA desestrutura-se de tal forma que muitas vezes perde-se totalmente o elo familiar. Quantos casos nós não acompanhamos de moradores de rua que estão nesta situação por causa de Alcoolismo? 
Quantos menores não estão aí nas ruas, cometendo delitos, porque os Pais estão em casa alcoolizados e espancando os Filhos, fazendo com que eles tenham medo de voltar pra casa?
São inúmeros os caos que temos conhecimento. Isso sem falar dos que ainda estão acontecendo de maneira sutil, mas bem dentro de nossas FAMÍLIAS. Até mesmo porque sempre a FAMÍLIA tem por custume esconder a problemática, até que isso não seja mais possível fazê-lo, pois chega ao ponto que fica público e notório. Mas enquanto se dá pra esconder, a FAMÍLIA nega tudo. Muitas vezes torna-se mentirosa para encobrir as falhas e defeitos do membro doente.
Quantas vezes minha Mãe não mentiu, dizendo:"ele não tá aqui não!", enquanto eu estava escondido dos cobradores?
Quantas vezes minha Companheira não ligou pro meu serviço dizendo que eu estava doente, quando na verdade eu estava de ressaca?
Quantas vezes minnha FAMÍLIA não se envergonhou quando alguém dizia: "ontem ele aprontou muito aqui. tivemos que chamar a polícia!"?
A FAMÍLIA também tem um papel importantíssimo na parte do Tratamento do Dependente Químico. Sem falar que a FAMÍLIA também deve passar pelo Tratamento, pois a co-dependência deixa agravos sérios.
É importante que a FAMÍLIA esteja unida neste aspecto, para que juntos, possam amenizar os problemas e conseguirem os resultados esperados e desejados. É fundamental que a FAMÍLIA não perca as esperanças, pois torna-se ainda mais difícil ajudar o membro familiar doente. Sem falar que a FAMÍLIA fica ainda mais desestruturada, pois além do familiar que está se desentegrando, tem a questão dos demais membros que vão se afastando por não aguentarem conviver com a situação.
Hoje eu estou indo levar um jovem rapaz para passar uns dias comigo, lá numa cachoeira, num local bem tranquilo, ideal para quem quer ficar uns dias meditando. Farei com ele uma terapia ocupacional bem bacana. A FAMÍLIA dele já estava para levá-lo novamente para uma outra internação involuntária, mas estamos tentando agora uma outra alternativa, fazendo uso de uma substância que tenho acompanhado com êxito os resultados. Espero que este caso não seja diferente!
Quando o Filho decidiu ir comigo, ví o brilho nos olhos dos Pais dele. O sorriso ficou irradiante naquela Mãe que já estava fora de casa, pois abandonou o lar, por conta das insanidades do Filho. Hoje eu vi uma tristeza na face dos Pais dele, mas a luz que brilha nos olhos transmite uma esperança de que realmente há uma saída....e ele acreditam nisso! Acreditam que MILAGRES existem!
Sei que aquela FAMÍLIA está com um peito apertado...sei que estão querendo que as coisas melhorem, mas também já sabem que isso não acontece de uma noite para o dia!
Hoje estou feliz por poder proporcionar mais um sorriso! Estou feliz e grato ao meu PODER SUPERIOR por ELE ter me dado a oportunidade de mais um novo amanhecer. Estou feliz por poder fazer uma FAMÍLIA continuar a ter esperança, enquanto que ainda tenho que conviver com o drama de meus irmãos estarem usando, sem nenhuma perspectiva de mudanças.
Mas eu também tenho esperanças!
Ontem mesmo, conversei bastante com minha Mãe. Falei pra ela que tenha paciência!
Ela perguntou pra mim assim: "Mas meu Filho! Quando isso vai acabar, heim?".
Aí eu disse: "Quando DEUS quiser, Mainha!"
Realmente só quando DEUS permitir.
Só Por Hoje, terei o entendimento de que não será feita a minha vontade, e sim a DELE.
Só Por Hoje, farei o possível para continuar de bem comigo mesmo, apesar que lembranças de minha FAMÍLIA pode me levar (e quase sempre me levam) a depressão.
Só Por Hoje continuarei de mente aberta, praticando coisas boas, tentado descobrir qual a Vontade de meu PODER SUPERIOR em relação à mim, e rogando humildemente a ELE que me dê condições de aceitar a Vontade DELE e me dê forças para realizá-la em todas as minhas épocas e lugares, para que só assim, eu possa continuar desfrutando destas Dádivas de renovados dias LIMPOS E SERENOS!
Abração a todos. Uma excelente semana e....
TAMUJUNTU.

4 comentários:

  1. É amigo, concordo com você e sabe o que é pior? O Dependente comete insanidades por causa das drogas e os familiares também cometem insanidades se não buscam ajuda para lidar com a situação, mas, comentem sem consumirem droga alguma, cometem por estarem com o seu psicológico mais o que abalado...
    TAMUJUNTU amigo
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi amigo! Perfeito seu texto sobre família... é muito triste ver o sofrimento da familia... Parabéns pelo seu trabalho!
    Você disse que ia levar o rapaz para fazer tratamento na cachoeira com uma substância, é isso ou entendi errado? O que seria essa substância... Desculpa as perguntas, mas já viu néam...convivo com um DQ então, qualquer novidade nessa area me interessa muito!

    beijokas , tamujunto!

    ResponderExcluir
  3. É, Giulli..... as vezes a família comete insanidades tão absurdas quanto as cometidas pelo próprio adicto. Realmente a co-dependência é uma coisa séria e deve ser mesmo tratada como tal. Pena que muitos familiares não buscam ajuda....acreditam que apenas o dependente necessita. Aí as coisas só tendem a piorar.

    Oi, Gaby...de fato estou aqui ainda acompanhando este rapaz... vim aqui na cidade para entrar na net, olhar uns email's e fazer uns contatos telefônicos. Mas ele está aqui comigo e já estamos retornando novamente pra cachoeira. Quanto a substância, deixarei para falar quando eu estiver com mais tempo, pois ne cessita de certas explicações. Mas posso adiantar que tenho visto resultados significativos. Acho que sexta-feira estou voltando novamente. Se caso eu entrar amanhã, eu te passo mais detalhes, tá masssa?
    Fica trnquila, minha amiga, que tudo tem seu tempo e o tempo agora corre a nosso favor!

    Abração minhas amigas Giulli e Gaby!
    Abração e TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  4. Sei bem cmo é isso cometer insanidades por conta do uso de drogas do outro...
    Família é isso neh?Adoecemos de uma tal forma que doí demais,ter que admitir que somos impotentes diante da doença e entregar nas mãos de DEUS,muitooo difícil mesmooo.
    Que bom vc poder ajudar outras pessoas!
    Abraços!

    ResponderExcluir