Sejam Bem Vindos!

Quero agradecer, carinhosamente, pela sua visita e espero que possamos continuar partilhando experiências, as quais considero-as importantes para manutenção de minha recuperação.
Sua partilha (comentários) aqui nos Posts, bem como seguir-me quando julgares conveniente, é importante para que possamos estreitar ainda mais a nossa amizade, algo que é fundamental para um crescimento em nível de ser humano...ainda mais quando se trata de um adicto em recuperação, como eu.
Por isso, mais uma vez, muito obrigado por sua presença!
Que bom que você veio! Que bom que você me visitou!
Melhor ainda será ler seus comentários e ver-te aqui, sempre que possível, ajudando-me dia-a-dia.
Que O PODER SUPERIOR continue te concedendo o direito de reconhecer, aceitar e realizar a Vontade DELE, em todas as suas épocas e lugares, para que só assim, possas continuar desfrutando destas Dádivas de renovados dias Limpos, Serenos e repletos de Saúde e Paz!
Abraços e TAMUJUNTU.
Loading...

Siga por e-mail

quinta-feira, 14 de julho de 2016

COMO É BOM VIVER SEM DROGAS!

Saudações, meus queridos(as)!

Quanto tempo, heim?

Espero que estejam todos(as) desfrutando de muita saúde e em paz, juntamente com todos que lhes são caro.

Aqui, comigo, tudo tranquilo. Firmeza total. Melhor que isso, vira festa.

Hoje foi dia de Programa A Voz da Sobriedade. O Programa de hoje foi bacana demais. Audiência de várias partes do Brasil e do Mundo. Muita gente interagindo pelo whatsaap e facebook.   Tivemos umas partilhas de familiares de adictos e outra de uma Profissional que palestrou no XXV Encontro de Alcoólicos Anônimos, que realizou-se nos dias 09 e 10 de Julho/2016, na cidade de Santa Inês/MA.  Resumindo, muita gente se identificando com o que mostramos no Programa de Hoje. E isto nos deixa muito feliz em saber que estamos conseguindo transmitir mensagens encorajadoras, de fé, forças e esperanças. Agradeço pelo carinho da audiência de cada ouvinte de nosso Programa.

Dentre as partilhas de nosso Programa de hoje, tivemos a experiência de uma esposa de um adicto em recuperação, onde ela narra sua história de vida ao lado dele quando ainda na ativa, bem como o início da recuperação dele na clínica e nos Grupos de Narcóticos Anônimos. Ela nos conta que o esposo, enquanto estava na clínica, tinha a maior raiva do NA, porque os companheiros de NA iam na clínica no sábado a noite e ele queria dormir, descansar, ficar sem fazer nada, enquanto que tinha que ir participar das reuniões, mesmo contra a vontade dele. "Ele dizia assim: Porra! Esses caras não tem o que fazer em casa, não? Sábado a noite, dia de eu ficar quieto, sossegado, vem esses caras pra cá, pra poder ficar ai alugando a minha ideia. Que coisa chata!" - disse a esposa em sua partilha!

Mas dai, ao sair da clinica, ele resolveu ir numa reunião de NA. "Eu lembro de quando ele chegou em casa, ele olhou pra mim e falou assim: 'É, esse povo é doido.'    Ai eu 'por que? o que aconteceu?'     'Eu cheguei lá, fiz minha partilha, falei, me apresentei quem eu era, falei que eu tinha sido preso, falei um tanto de merda que eu já tinha feito, e ai os caras, na hora do intervalo,

A narração comovente dessa jovem deixou nossos ouvintes emocionados, o que nos foi comprovado em vários áudios e mensagens que recebi via whatsapp, durante e mesmo após o Programa.

Eu, particularmente, quando escutei a partilha desta companheira, me arrepiei todo. Foi como estivesse passando um filme em minha mente. Tudo aquilo que ela narrava era o que eu havia passado num passado que ainda se faz presente em minha mente. Não tive como não me emocionar.

Este casal a quem me refiro hoje vive em paz. Estão em recuperação, tanto ele, quanto ela. Ambos tentam vivenciar o sugerido Programa dos Doze Passos, cada um em sua Irmandade.

E assim são muitas as histórias de superação que ouvimos todos os dias. Fico querendo compartilhar cada história dessa com outras pessoas que ainda sofrem com o mesmo problema, na tentativa de mostrar que é possível, sim, parar de usar drogas, perder o desejo de usar drogas e encontrar uma nova maneira de viver.

Infelizmente ainda há muitas famílias que, em meio a tanto sofrimento, continuam desesperançadas, sem nenhuma expectativas de melhoras, sem nenhuma expectativas de que haja uma saída para esse problemão que estão enfrentando.   E não é para menos.   Só sabe o tamanho da dificuldade de obter uma serenidade convivendo com um adicto, aquele que convive ou já conviveu com um.     Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção do desespero que é uma mãe ver seu filho morrendo aos poucos por causa das drogas.      Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção do que seja passar noites sem dormir à espera de notícias do filho ou do marido, nem que seja para dizer que está morto.      Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção do que é esperar o mês todinho para receber o dinheiro e ao chegar em casa, ter seu dinheiro literalmente roubado por seu filho ou seu esposo e você ter a certeza de que aquele suado vai virar fumaça.    Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção do que é sair pelas madrugadas, nas ruas mais desertas dos bairros mais afastados, a procura de uma pessoa que você sabe que, mesmo encontrando-a, não vai conseguir trazê-la e volta para casa.         Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção de quanto dói na alma tentar dar carinho e receber agressões físicas e verbais de um filho que você cuidou com tanto carinho, mas que agora está perdendo aos poucos para as drogas.     Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção de nada disso que estou dizendo.      Quem nunca passou por essa experiência, não faz ideia do drama de uma família quando descobre que "fulano" voltou a beber ou a usar drogas, após certo tempo de sobriedade.        Quem nunca passou por essa experiência, não tem nem noção do quanto vale um dia limpo com um familiar que você ama!

É bom demais a gente ver essas histórias de superação, como a que foi narrada pela nossa companheira, como as tantas outras que ouvimos todos os dias nas salas dos grupos de mútua ajuda, seja para adictos ou para codependentes.

E se você que está neste momento lendo isto e gostaria de saber um pouco mais sobre "como funciona", basta procurar um grupo em sua localidade.

Se você tem problemas com drogas, procure Narcóticos Anônimos. (clica aqui e encontre um Grupo de NA mais próximo de você).

Se você tem problemas com álcool, procure Alcoólicos Anônimos. (clica aqui e encontre um Grupo de A.A. mais próximo de você).

Se você tem algum familiar que tem problemas com drogas, procure NAR-ANON. (clica aqui e encontre um Grupo de NAR-ANON mais próximo de você).

Se você tem algum familiar que tem problemas com álcool, procure AL-ANON. (clica aqui e encontre um Grupo de AL-ANON mais próximo de você).

Se você é familiar de adicto, também pode buscar ajuda no Amor Exigente. (clica aqui e encontre um Grupo de Amor Exigente mais próximo de você).



Finalizo, desejando que todos(as) estejam bem e consigam encontrar a paz e a serenidade que é possível desfrutar, vivendo sem drogas e vivenciando os Doze Passos.

Lembrando que todas as quartas-feira, estamos ao vivo e em tempo real, das 11:00hs ao meio dia (horário de Brasilia/DF), com o nosso programa "A Voz da Sobriedade".

Para acompanhar nosso programa, basta acessar um dos link:






Eu continuo sendo o Júnior, um adicto limpo, só por hoje.

Forte abraço a todos(as)!

Bons momentos e TAMUJUNTU.

Nenhum comentário:

Postar um comentário