Sejam Bem Vindos!

Quero agradecer, carinhosamente, pela sua visita e espero que possamos continuar partilhando experiências, as quais considero-as importantes para manutenção de minha recuperação.
Sua partilha (comentários) aqui nos Posts, bem como seguir-me quando julgares conveniente, é importante para que possamos estreitar ainda mais a nossa amizade, algo que é fundamental para um crescimento em nível de ser humano...ainda mais quando se trata de um adicto em recuperação, como eu.
Por isso, mais uma vez, muito obrigado por sua presença!
Que bom que você veio! Que bom que você me visitou!
Melhor ainda será ler seus comentários e ver-te aqui, sempre que possível, ajudando-me dia-a-dia.
Que O PODER SUPERIOR continue te concedendo o direito de reconhecer, aceitar e realizar a Vontade DELE, em todas as suas épocas e lugares, para que só assim, possas continuar desfrutando destas Dádivas de renovados dias Limpos, Serenos e repletos de Saúde e Paz!
Abraços e TAMUJUNTU.
Loading...

Siga por e-mail

terça-feira, 10 de setembro de 2013

TERÇA, 10/09/1974 => TERÇA,10/09/2013



Amanhecia o dia 10 de Setembro de 1974. Justamente uma terça feira, assim como hoje. O Registro diz que eram 07:30hs da manhã quando, já no terceiro dia de internação, certa senhora dava a luz ao seu primeiro filho, o qual já começava a dar trabalho antes mesmo de vir ao mundo.

Recebia ele o mesmo nome do pai que, muito alegre, comemorava com os “amigos”, regado de muita bebida alcoólica. Não sabia que ali começava um ciclo viciante que vinha a destruir toda aquela família que iniciava sua formação.

Com poucos anos de idade, aquela criança já tinha seus primeiros contatos com a bebida alcoólica, pois o pai tinha uma visão de que, como ele mesmo dizia: “Tem o mesmo nome do pai, tem que ser homem igual ao pai!”. Daí colocava os primeiros goles de bebidas alcoólicas para aquela criança ingerir.

Foi assim por longo período, até que um dia, o tirano álcool já era causa de grandes contendas e conflitos naquela família, que agora era formada de quatro filhos. Veio a separação daquele casal que outrora juraram viver “até que a morte os separe”. De fato, a morte veio. Mas quem morreu foi o sentimento maior, aquele capaz de manter unido um casal, uma família.

Em consequência da separação, outros problemas surgiram e problemas que haviam recém começado, tomaram proporção sem controle. Agora aquela criança já fazia uso periódico de bebidas alcoólicas e outras drogas, e havia ingressado no ‘submundo do sistema’. Havia começado um novo ciclo destruidor para aquela família já destruída pelo alcoolismo daquele pai. Agora eram pai e filhos dependentes químicos.

Trinta e nove anos se passaram até aqui. Muitas histórias tristes e marcantes fizeram parte daquela pessoinha que veio ao mundo num dia como o de hoje. Coisas absurdas, aos olhos da sociedade. Coisas hediondas aos olhos do Judiciário. Talvez coisas imperdoáveis aos olhos do Poder Superior.

A Dádiva de mais um amanhecer é motivo de muita alegria para todos nós. Às vezes não atribuímos o merecido reconhecimento e valor por sermos merecedores destas Dádivas, mas a cada novo dia que nos é dado, deveríamos ser tão grato como sendo nosso maior presente. Principalmente àqueles(as) que viveram (e/ou vivem) perigosamente, no ‘submundo do sistema’, altamente insano, usando drogas, destruindo a própria vida e a vida daqueles que os cercam (e as vezes até mesmo daqueles que não convivem por perto, mas que aparecem pelo caminho, seja como eventualidade ou propositalmente).

Infelizmente aquele pai não está mais neste mundo para dizer: “parabéns, filhão!”, como ele gostava de falar. 

Infelizmente aquela mãe está bem distante para abraçar, mas um telefonema já confortou e suavemente alegrou o coração agradecido.

Infelizmente alguns irmãos estão largados pelas ruas, morrendo aos poucos, num suicídio lento e que leva a família junto.

Infelizmente os filhos(as).... Ah, os filhos(as)!!!!  Nem todos tem contato frequente para dizer: “Parabéns, Painho!”.

Os amigos... Estes aparecem e são “presentes” mesmo quando estão ausentes.

Para quem acreditava que já havia vivido demais e que já estava fazendo ‘horas extras no mundo’, hoje minha postagem vai a agradecimento ao Poder Superior por mais um novo amanhecer. Por mais um dia de vida. Por mais estas renovadas 24 horas com saúde e tranquilamente em paz com todos. Pela família que tenho ou que tive, sei lá... Pelos amigos(as). Por todas as coisas que passei, pois foram elas que me fizeram chegar até a data de hoje, consciente dos erros e disposto a repará-los quando necessário e oportuno. Enfim, sou imensamente grato por mais esta data em minha vida.

Se bem que eu comemoro bem mais meu aniversário de sobriedade, de que de nascimento. Falar nisso, tá chegando a data... Faltam apenas oito dias.

Enfim,  Parabéns a mim mesmo pelo meu aniversário!

Bons momentos a todos vocês, com muita Serenidade, Sabedoria e Sobriedade.

Até o nosso próximo contato.

Continuo sendo o Júnior, um adicto em recuperação, Limpo, só por hoje!

Abração e bons momentos.
TAMUJUNTU.

4 comentários:

  1. Deus o abençoe que seja sempre firme em sua caminhada,saibas que seu modo de vida é exemplo para outras pessoas,me orgulho de ser sua amiga de poder tê-lo em meu circulo de amizade.
    Parabéns hoje e sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, minha querida companheira Bella!
      Sou grato por sua amizade.
      Bons momentos.
      Abração e TAMUJUNTU.

      Excluir
  2. Oi, tudo bem ? Sei que não me conhece, vou me apresentar... me chamo Alexa, e moro em Ribeirão Preto- SP. E estou passando por um momento muito difícil em minha vida, namoro um adicto, e ele já havia passado por uma internação, antes de começarmos a namorar, antes de ontem dia 11, ele teve sua terceira recaída depois de 10 meses limpo, e a familia dele resolveu interna-lo novamente, e para mim como namorada está sendo muito díficil, sei que é para o bem dele, mais estou sem chão, não sei a quem recorrer, tenho suplicado a Deus para que me ajude, e tire essa dor que estou sentindo, sei que é para o bem dele, mas ta sendo muito ruim aceitar, estou sofrendo, e o amo, como para mim tudo isso é novo, estou assustada com medo, e não sei oque fazer... por favor, queria que me ajudasse, queria que pudéssemos conversar, e que me falasse um pouco do que passou e pelo oque passa, espero do fundo do meu coração que leia este e-mail, e me ajude, estou precisando muito de um apoio... desde já muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexa!
      Espero que ao ler este recado, já estejas melhor de quando deixastes aqui suas palavras pedindo ajuda.
      Fica aqui meus emails para que possamos conversar melhor: junior_sousa_411@hotmail.com
      treinamento.consultoria@hotmail.com

      Aguardo contatos.
      Agradeço pela passagem em meu blog e continue voltando que o mais lhe será revelado.
      Abração e bons momentos.
      TAMUJUNTU.

      Excluir